sexta-feira, 7 de março de 2014

Dia Internacional da Mulher


Dia 8 de Março se comemora o dia Internacional da Mulher.
É uma data para a celebração dos feitos econômicos, políticos e sociais que foram alcançados pela mulher.
A proposta do dia internacional da mulher foi iniciada na virada do século XX, durante o processo de industrialização e expansão econômica, que levou a grandes protestos sobre as condições de trabalho. As mulheres empregadas em fábricas de vestuário têxtil foram protagonistas de um desses protestos em 08 de março de 1857 em Nova Iorque. O protesto requeria melhores condições de trabalho e salários mais altos. Depois desse episódio, muitos outros protestos foram feitos,  e um que se destacou foi o de 1908, onde 15.000 mulheres marcharam sobre a cidade de Nova Iorque exigindo a redução da carga horária, melhores salários e o direito de voto. Sendo assim, o primeiro Dia Internacional da Mulher seguiu-se em 28 de fevereiro de 1909 nos Estados Unidos após uma declaração do Partido Socialista da América. Em 1910 ocorreu a primeira conferência internacional sobre a mulher em Copenhague, dirigida pela Internacional Socialista, e assim, o Dia Internacional da Mulher foi estabelecido.
Porém o que levou mesmo a essa data ser comemorada mundialmente foi a tese do incêndio provocado na fábrica da Triangle Shirtwaist, que também ocorreu em Nova Iorque, em 25 de março de 1911. Onde foi registrada cerca de 146 mortes. Segundo relatos, cerca de 129 trabalhadoras foram trancadas e queimadas vivas. O incêndio da fábrica Triangle, é até hoje, o pior incêndio da história de Nova Iorque.
Representa uma grande vitória para a mulher, mas ainda há muito o que fazer...
Minha gratidão a essas mulheres que lutaram, protestaram e perderam a vida
lutando por Direitos, Igualdade e Respeito...! 
Parabéns a todas as mulheres!
   

Obrigada pela visita!

*

2 comentários:

Crocheteando...momentos! disse...

Que neste dia nos sintamos...muito amadas...bem respeitadas e
muito felizes!!!
Adoro o Erasmo e música é linda!!!

Liliane de Paula disse...

Penso que deveria ter um dia para comemorar os homens.
Não vivo sem ele.